domingo, setembro 25

Cuidado com as armadilhas da moda !!!





    Nos tempos atuais, podemos afirmar que a moda esta bastante versátil, e bastante acessível com as queridas lojas de departamento, os preços baratos, as propagandas que prometem um glamour, estilo, poder...  As tendências de moda viram de uma hora para outra (claro que com a ajuda da mídia e diversos meios de comunicação), desejos insaciáveis de compra, que satisfazem momentaneamente, mas que em pouco tempo, ao lançamento de novos “its  alguma coisa”, voltam a deixar um vazio e iniciar o novo ciclo de desejos insaciáveis. E assim caímos na armadilha bem capitalista e nos tornamos vítimas da moda. Vítimas sim, pois não se consegue questionar o uso de tais produtos. Produtos estes que muitas vezes nos deixam cair no ridículo, sem conseguir enxergar no  espelho os estragos feitos na própria aparência (nossos namorados, maridos, pais e irmãos que se atrevem a criticar, logo são rejeitados pelo nosso “entendimento” das tendências) .
     De acordo com Michelle Lee, renomada jornalista nova-iorquina, o desenvolvimento da indústria da moda acabou por transformar todos em fashion victims, ou vítimas da moda (LEE, 2003).  (Será???)
   E para ludibriar ainda mais os consumidores de moda, veiculam-se propagandas que parecem aumentar a auto-estima destas consumidoras, ao dizer para se aceitarem como são, com seus defeitos e qualidades, fazendo as pazes com a genética ( seria ótimo né !?). Contudo, ao mesmo temo que se veiculam tais mensagens, a industria da moda continua a pregar um padrão de beleza magérrimo e já socialmente aceito. O que acontece então ? Queda desta auto-estima, aumento de transtornos alimentares e consumo de produtos para diminuir a frustração de não ser “perfeita”.
  É por conta deste sistema todo que sempre penso em como é importante conhecer nosso próprio corpo. O que nos favorece e nos desfavorece, para assim fazer compras conscientes, podendo sim, estar atualizada com as tendências de moda, mas sem cair no ridículo e comprar algo que não veste bem no próprio corpo. Com isso já poupamos nosso dinheirinho e pensamos mais antes de cair nas armadilhas da moda.
   De acordo com a famosa dupla inglesa do programa de TV ,Esquadrão da Moda, "Ninguém nasce com estilo, mas com determinada carga genética". Logo há sempre o tipo certo de roupa para um determinado corpo. Com certo tipo de roupa podemos engordar ou até emagrecer, ser elegante ou casual, estar confortável ou impecável. Tudo que desejar, mas usando truques certos.
   Então meninas, apesar de adorar a moda, e sempre estar atenta as novidades que ela propõe, sempre tentei ter este senso do que fica legal em mim, mesmo as vezes caindo em tentação e arriscando algumas tendências tão fofas.  
   De qualquer forma, o importante é se sentir bem, feliz e em paz com as próprias vontades. Sejam como quiserem ser....
   Vou começar a postar umas dicas sobre cada tipo de corpo e o que lhe cai bem. Lembrando que a regra é você quem faz, e se você se gosta tendo um estilo peculiar, não precisa mudá-lo por conta de um blog, ou uma revista, propaganda, estilista ou qualquer coisa que tente lhe impor ditaduras. Portanto são só dicas.... Para quem se identificar!!
  Espero que gostem .... e comentem !!!


Um comentário:

  1. Nossa,ótima a sua reflexão !
    eu já me peguei váias vezes sendo vitima da moda...
    mas hj to mais consciente !

    bjs
    Ju

    ResponderExcluir